Crise: racionamento de água tem apoio de 60% da população

Segundo a pesquisa, 37% dos entrevistados afirmam que o principal responsável pela crise do abastecimento de água é o governo estadual.

Segundo a pesquisa, 37% dos entrevistados afirmam que o principal responsável pela crise do abastecimento de água é o governo estadual.

A maioria da população que mora na Grande São Paulo apoia a adoção de um rodizio de água, afirma uma pesquisa feita pelo instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira (9) no jornal Folha de São Paulo. Pelo menos 60% dos entrevistados são favoráveis ao rodizio. Esta pesquisa ouviu 1.231 pessoas em nove cidades da região metropolitana de São Paulo.

Já em relação à energia, 65% dos brasileiros são a favor da adoção do racionamento imediatamente. A entrevista foi feita com 4 mil pessoas em 188 municípios brasileiros. Tal levantamento foi feitoa após as más notícias dos dois setores. Isso porque o volume de água que chegou aos principais reservatórios do país foi o menor em 84 anos entre as regiões Sudeste e Centro-Oeste.

Segundo a pesquisa, 37% dos entrevistados afirmam que o principal responsável pela crise do abastecimento de água é o governo estadual. Já 22% acham que o problema é de todos 20% afirmam que o problema foi gerado pela população e 9%, ao governo federal. A mesma pesquisa mostra que 71% dos entrevistados na cidade de São Paulo afirmaram que ficaram sem água pelo menos um dia no último mês.

Deixe um comentário

*