Condessa Spencer eleita Fellow da Ashoka, reconhecida por preencher lacunas na assistência a órfãos e crianças vulneráveis

Acompanha por seu marido Charles, 9o Conde Spencer, a Condessa Spencer foi homenageada em evento na Cidade do México.

Acompanha por seu marido Charles, 9o Conde Spencer, a Condessa Spencer foi homenageada em evento na Cidade do México.

A Condessa Spencer, que fundou a Whole Child International em 2004, foi eleita Fellow da Ashoka. Ela ingressa na maior e mais influente rede de empreendedores sociais do mundo, em reconhecimento a uma década de trabalho visionário, estabelecendo e desenvolvendo a Whole Child International.

O Conde Spencer, que faz parte do conselho da Whole Child, falou sobre seu apreço pelo trabalho de sua mulher: “Karen é uma bela mulher, com um coração ainda mais belo. Admiro o que ela fez na última década pelas crianças dolorosamente vulneráveis. Estou muito satisfeito por ela ter recebido esse reconhecimento e espero que isso irá inspirar mais pessoas, corporações e fundações a se juntar a nos nesse esforço para ajudar as crianças mais necessitadas e mal-atendidas no mundo”.

Karen Spencer fundou a Whole Child International quando descobriu que a maioria das grandes organizações que tratavam de questões do bem-estar das crianças em países desenvolvidos tem políticas contra trabalhar com orfanatos. Sua instituição beneficente preenche essa lacuna e foi comprovado por avaliação de terceiros que ela tem o potencial de melhorar as vidas de milhões de crianças.

O diretor-executivo da Ashoka para o México, América Central e Caribe, Diego Diaz-Martin, disse: “Estamos muito satisfeitos por dar as boas-vindas a Karen como Fellow da Ashoka. Ela identificou um grande problema global — a falha em investir tempo, liderança e outros recursos nos orfanatos do mundo — embora eles continuem responsáveis por milhões de crianças. Ela desenvolveu um método abrangente e bem planejado para lidar com cada classe de atores que atuam nesse campo”.

Parcerias diretas com governos

O programa de Karen é único, redimensionável e inovador, aplicável não apenas em orfanatos, mas em todo o espectro de assistência a crianças. Funciona com todos os setores, fazendo parcerias diretas com governos, centros acadêmicos e profissionais de saúde envolvidos. A Whole Child está colaborando com o Instituto de Saúde Global da Universidade de Duke para medir o impacto e obter informações que possam ajudar no desenvolvimento futuro do programa.

“Ao fundar a Whole Child, estava apaixonada pela ideia de encontrar uma maneira de proporcionar às crianças mais vulneráveis uma chance de lutar”, disse Karen Spencer. “Esse reconhecimento da Ashoka ajuda a destacar a profunda necessidade de assistência de boa qualidade e também a estimulante realidade de que sempre há alguma coisa que podemos fazer, hoje, com os recursos e opções existentes, a fim de dar a essas crianças esquecidas uma chance de ter uma vida produtiva”.

“Hoje, temos a honra de poder servir o governo de El Salvador, à medida que iniciativas ambiciosas do presidente são implementadas para melhorar a qualidade da assistência a crianças vulneráveis do país. Gostaria também de agradecer o Banco Interamericano de Desenvolvimento, o Fundo de Redução da Pobreza da Coreia e doadores privados, que têm nos ajudado a chegar a esse ponto. Espero que esse reconhecimento irá resultar em mais apoio a nosso trabalho, porque existem tantas crianças necessitadas e muitos outros governos interessados em fazer parceria conosco, para ajudar suas crianças a atingir todo seu potencial”.

Para o bem das crianças

A Whole Child International (www.wholechild.org)é uma organização não governamental (ONG) que trabalha para a melhorar a qualidade da assistência a crianças vulneráveis em orfanatos e em outras instituições de assistência a crianças com recursos limitados.

Já a Ashoka (www.ashoka.org) se lançou no campo do empreendedorismo social e acionou parceiros em múltiplos setores em todo o mundo que buscam, progressivamente, por talentos empreendedores e novas ideias para resolver problemas sociais. Fundada por Bill Drayton em 1980, a Ashoka tem fornecido uma plataforma para pessoas dedicadas a mudar o mundo.

Comments are closed.