As oportunidades do turismo ecológico

O Brasil é considerado um dos países com mais oportunidades de prática do ecoturismo.

O Brasil é considerado um dos países com mais oportunidades de prática do ecoturismo.

Ontem, 1º de março, foi comemorado o Dia do Turismo Ecológico, ou Ecoturismo, que representa uma das maiores tendências entre os segmentos turísticos no contexto nacionale mundial. O turismo em ambientes naturais é considerado uma das formas de exploração mais viável dessas áreas, visto que, quando bem operado, tem o potencial de conciliar conservação e uso sustentável da biodiversidade com geração de alternativas econômicas para as populações locais. 

O Brasil é considerado um dos países com mais oportunidades de prática do ecoturismo devido à grande diversidade de ambientes e de seres vivos que compõem nosso país. Os parques nacionais, por exemplo, são unidades de conservação ambiental que permitem grande interação entre o visitante e a natureza. Assim configuram-se, portanto, um ótimo local para a prática do ecoturismo. 

O turismo ecológico é sustentável porque se baseia no tripé economia/meio ambiente/sociedade. Do lado econômico existe a geração de empregos, valorização imobiliária e criação de oportunidades de mercado. Do ponto de vista social, o ecoturismo proporciona a melhoria da infraestrutura viária, de abastecimento e de equipamentos médicos e sanitários, além das oportunidades de emprego e de multiplicação do conhecimento. 

Em termos ambientais, há mais investimento em conservação e recuperação do meio ambiente, melhoria nos equipamentos de proteção e monitoramento ambiental e, principalmente, maior conscientização da população local e externa em relação à importância de preservar o meio ambiente para a manutenção dos biomas naturais. Para o turista, por sua vez, as principais vantagens estão relacionadas ao aumento da afinidade com o ambiente natural e com as oportunidades de contemplação de paisagens e contato com animais e espécies normalmente ausentes em nosso cotidiano.

O ecoturismo deve sempre ter como premissa a valorização ambiental e cultural. Do ponto de vista social, o ecoturismo proporciona diversas melhorias também.

O ecoturismo deve sempre ter como premissa a valorização ambiental e cultural.

 

 

Menor impacto 

O Grupo Cataratas está diretamente relacionado ao ecoturismo já que atua desde 1998 no setor, contribuindo para a preservação ambiental e oferecendo mais segurança e qualidade no atendimento aos visitantes nos parques nacionais em que presta serviço: o ParqueNacional do Iguaçu, Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha e Parque Nacional da Tijuca. 

Há mais de 15 anos em operação no Parque Nacional do Iguaçu, a empresa é referência tanto no trato com o turista, desde sua recepção, transporte e serviços oferecidos, como também na preocupação com os impactos ambientais e conservacionistas no parque. 

Além dos parques já citados, o Grupo Cataratas está sempre em busca de novas oportunidades no setor de ecoturismo e no seu aprimoramento, para proporcionar novas práticas de turismo ecológico com o menor impacto ambiental possível e maior conscientização. 

O ecoturismo deve sempre ter como premissa a valorização ambiental e cultural, tanto da parte do gestor do patrimônio quanto do próprio turista, que deve lembrar-se de não interferir no ritmo natural do monumento visitado e de levar consigo e de multiplicar a mensagem ambiental passada durante a visita. Garantir condições de segurança e tranquilidade para a integração das pessoas com a natureza é uma forma de transformar o meio ambiente em que vivemos, gerando qualidade de vida e recursos que são revertidos para a conservação dos parques.

Do ponto de vista social, o ecoturismo proporciona diversas melhorias também.

Do ponto de vista social, o ecoturismo proporciona diversas melhorias também.

 

Deixe um comentário

*