Alerta: 40% dos infartos têm como causa a pressão alta

Campanha do Incor e da ViaQuatro orientará a população no combate à hipertensão, nesta quarta-feira (26), das 9h às 17h, na Estação Butantã da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo.

O quadro é ainda mais grave porque a hipertensão é uma “inimiga silenciosa”.

A pressão alta é a origem de 40% dos infartos, 80% das ocorrências de AVC (acidente vascular cerebral) e 25% dos casos de insuficiência renal terminal, alerta o Dr. Luiz Bortolotto, diretor da Unidade Clínica de Hipertensão do Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP). A prevenção, de acordo com ele, é a maneira mais segura de combater esse mal que acomete 30% da população adulta brasileira. As pessoas na faixa etária acima de 60 anos formam o grupo mais vulnerável: mais de 50% têm a doença. Nem os mais jovens estão seguros: 5% das crianças e adolescentes brasileiros são hipertensos.

E a situação só tende a piorar, se nada for feito. Segundo dados do Relatório de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde, divulgado no início de abril de 2017, houve aumento nos casos de obesidade na população, que é um dos principais fatores de risco para a hipertensão. O excesso de peso no Brasil cresceu 26% nos últimos dez anos, passando de 42% em 2006 para 54% em 2016, com possível impacto no aumento da hipertensão, sobretudo entre os mais jovens.

Pressão arterial é medida em apenas 29% das consultas

O quadro é ainda mais grave porque a hipertensão é uma “inimiga silenciosa”: o doente não sente qualquer sintoma dela até que surja algo mais grave, como o infarto. “As pessoas acabam confundindo as manifestações mais comuns da hipertensão, como dor de cabeça, cansaço, tonturas e sangramento pelo nariz, a outros fatores que não a doença e acabam por não procurarem o médico para diagnóstico e tratamento”, explica o médico. 

Embora a pressão alta não tenha cura, suas graves consequências podem ser evitadas, explica o médico do Incor. “Para isso é fundamental que, primeiro, os hipertensos conheçam sua condição e, segundo, mantenham-se em tratamento para o resto de suas vidas”.

As campanhas de conscientização da população são importantes, na visão do especialista, exatamente porque auxiliam na identificação dos hipertensos e das pessoas que têm risco elevado para desenvolver a doença, no curto e médio prazo. “No Brasil, em apenas 29% das consultas médicas se faz a medição da pressão arterial do paciente”, diz Bortolotto.

Depois do diagnóstico feito por uma simples medição da pressão tem início outra luta que é a de buscar a adesão do paciente ao tratamento. Essa batalha também está longe de ser fácil. Somente 23% dos hipertensos controlam corretamente a pressão; 36% não fazem controle algum e 41% abandonam o tratamento logo depois da melhora inicial nos níveis de pressão arterial – “infelizmente esses pacientes confundem a hipertensão com uma doença aguda, como uma simples gripe, ou com um sintoma passageiro, como uma dor de cabeça”, lamenta o médico. 

Campanha Incor e ViaQuatro

Nesta quarta-feira (26), Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, o Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP) e a ViaQuatro (concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo) realizarão campanha de conscientização da população, das 9h às 17h, na Estação Butantã de metrô, em Pinheiros (acesso pela Rua Pirajussara).

A equipe de médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos e assistentes sociais do Incor fará medição de pressão arterial, orientação de prática de atividade física e de alimentação saudável, combate ao stress, uso correto da medicação e direitos do paciente.

Os usuários também poderão participar de uma pesquisa, respondendo a questionário sobre qualidade de vida, atividade física, nível de estresse, alimentação consumida, perfil sociodemográfico, além da medição da pressão arterial, peso e circunferência abdominal. O objetivo é identificar a incidência dos fatores de risco associados à hipertensão nesse público.

A Campanha do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial do Incor e ViaQuatro tem apoio da Sociedade Brasileira de Hipertensão.

SERVIÇO:

CAMPANHA DE COMBATE À HIPERTENSÃO

Promoção: Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP) e ViaQuatro

Quando: 26 de abril de 2017, das 9h às 17h.

Onde: Estação Butantã da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo (acesso pela Rua Pirajussara).

Capacidade de atendimento: as primeiras 250 pessoas que retirarem senha.

Hashtags:

#avc

#incor

#infarto

#viaquatro

#pressaoalta

#hipertensao

#pressãoarterial

#campanhadesaude

Deixe um comentário

*