"Além de reduzir a Selic, é preciso aumentar o crédito", diz presidente da Fiesp

Redução anunciada nesta quarta-feira (11/01) foi de 0,75% ponto percentual.

Para Skaf, o O corte de 0,75 ponto percentual é um primeiro passo para a retomada do crescimento econômico. Mas é preciso mais.

Para Skaf, o corte de 0,75 ponto percentual é um primeiro passo para a retomada do crescimento econômico. Mas é preciso mais.

Nesta quarta-feira (11/01), o Banco Central definiu o novo valor da Selic em 13,0% ao ano, uma queda de 0,75 ponto percentual.

“O corte de 0,75 ponto percentual é um primeiro passo para a retomada do crescimento econômico e para geração de empregos que o Brasil precisa. Além de reduzir a Selic, é preciso aumentar o crédito da economia para que as empresas invistam e as famílias consumam”, afirmou Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp.

Fonte: Agência Indusnet Fiesp 

Deixe um comentário