Acesso à cultura melhora desempenho no trabalho

Este convívio oferece aos participantes ideias para um aprendizado mais eficiente e identificar e explorar os elementos que compõem as linguagens artísticas, contextualizando-os em diversos âmbitos.

Este convívio oferece aos participantes ideias para um aprendizado mais eficiente e identificar e explorar os elementos que compõem as linguagens artísticas, contextualizando-os em diversos âmbitos.

Participar de atividades culturais com freqüência, além de contribuir na nossa formação como cidadãos e na qualidade de vida, também vêm ganhando peso no mundo corporativo. É o que constatou o Espro – Ensino Social Profissionalizante. A instituição, que capacita e insere jovens no mercado de trabalho, está promovendo Oficinas de Arte e Cultura aos seus Jovens Aprendizes, no qual cerca de 200 jovens de São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Curitiba estão aprendendo habilidades de teatro, dança, violão e/ou canto.

Este convívio oferece aos participantes ideias para um aprendizado mais eficiente e identificar e explorar os elementos que compõem as linguagens artísticas, contextualizando-os em diversos âmbitos.Segundo Ivana Martins, coordenadora do Departamento de Desenvolvimento Social da instituição, área responsável pelo acompanhamento do projeto, esta é uma maneira diferente e descontraída para os jovens se desenvolverem. “Elas também impactam diretamente na rotina organizacional destes Aprendizes, como na postura, respeito ao próximo, organização, maior envolvimento nas atividades que lhe são dadas e trabalho em equipe”, explica.

Na prática, a adoção de hábitos culturais promove novas formas de convivência e de reorganização social.

Na prática, a adoção de hábitos culturais promove novas formas de convivência e de reorganização social.

Oficinas

De acordo com o diretor Artístico, Marcelo Klabin, para a execução de um espetáculo musical é preciso ter atores, cantores, dançarinos e músicos. Ou seja, um grupo heterogêneo, onde uns valorizam as habilidades dos outros. “Quando todos executam precisamente as suas funções, o espetáculo acontece”. O mesmo acontece no ambiente de trabalho: todas as funções são importantes e cada uma tem um espaço a ser conquistado, com esforço e dedicação.  “Os jovens vivenciam as regras do coletivo, da escuta e do respeito. Isso é fundamental para que possam seguir fazendo o que desejam, de maneira séria e comprometida, em seus trabalhos, seus estudos e em suas relações afetivas ao longo da vida.”, esclarece ele.

Luana Zotti dos Santos, participa da Oficina de Dança há três meses e suas mudanças comportamentais já foram notadas por seu gestor, Thiago Alcântara de Paula, gerente regional de Mis (Management Information Systems) e Planejamento Estratégico do Grupo Bellinati Perez.  “A cultura tem um grande impacto na formação intelectual de quem convive com ela e é também passada indiretamente aos indivíduos com quem essa pessoa se relaciona”, disse. Segundo ele, a Aprendiz, que realiza as importações dos arquivos de pagamentos e atualização dos controles operacionais, vem mostrando mais concentração e responsabilidade com os deveres. Passar as informações de forma clara e objetiva e trabalho em equipe também foram melhorias apontadas por Thiago.

Na prática, a adoção de hábitos culturais promove novas formas de convivência e de reorganização social. Forma-se pessoas com melhores relações afetivas, que cuidam melhor da sua saúde, administram melhor o tempo, dedicam-se mais ao trabalho, tem mais consciência ambiental e preocupação com o próximo.

Formação para o Mundo do Trabalho

O Espro – Ensino Social Profissionalizante é uma organização sem fins lucrativos que se dedica à capacitação e inclusão de jovens a partir de 14 anos no mercado de trabalho. Oferece gratuitamente, em todo o Brasil, cursos de Formação para o Mundo do Trabalho, além do Programa de Aprendizagem, unindo o potencial dos jovens às necessidades do mundo corporativo.

Recentemente, o Espro foi reconhecido pelas empresas parceiras com o Prêmio Fornecedores de Confiança 2015, promovido pela Editora Segmento.  Em 2014, também esteve entre os 300 Melhores Fornecedores de Serviços do País, pela revista Gestão & RH, e alcançou o 1º lugar do Prêmio LIF de Sustentabilidade (Liberdade, Igualdade e Fraternidade), da Câmara de Comércio França-Brasil, na categoria Apoio às Comunidades Locais.

Sua matriz está localizada em São Paulo e possui ainda sete filiais – Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Recife e Rio de Janeiro -, além de 43 unidades de atendimento em todo o Brasil. Atende mais de 23 mil jovens por ano e conta com mais de 1.520 empresas parceiras.

Comments are closed.