A importância do café da manhã

Tomar um bom café da manhã promove maior sensação de saciedade ao longo do dia e diminui a propensão de comer em excesso nas outras refeições, explica nutricionista.

Tomar um bom café da manhã promove maior sensação de saciedade ao longo do dia e diminui a propensão de comer em excesso nas outras refeições, explica nutricionista.

Ignorado por alguns que preferem evita-lo ou até mesmo pela falta de tempo devido ao cotidiano agitado da sociedade moderna, o café da manhã é uma refeição essencial à saúde e também para a manutenção do peso ideal, além de ajudar no despertar e fornecer energia para as primeiras atividades do dia.

De acordo com Alessandra Godoy, consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias, Pães & Bolos Industrializados (Abimapi), pular esta refeição pode fazer a pessoa sentir necessidade de comer mais no almoço, por exemplo, além de compensar as calorias não consumidas em alimentos pobres em vitaminas e minerais e ricos em gorduras. 

Para um café da manhã equilibrado, deve-se atentar para os três grupos de alimentos: carboidratos, proteínas e vegetais. O carboidrato presente em alguns alimentos, como pães, bolos e biscoitos é transformado em glicose. Durante toda noite a glicose é usada para nos manter vivos, com coração batendo e todos os órgãos funcionando. Ao amanhecer já usamos grande parte do nosso estoque, sendo um café da manhã com carboidratos a receita ideal para essa reposição. Os vegetais são fonte de fibras importantes para regulação do intestino, vitaminas e minerais fundamentais para a manutenção da saúde. Leite, seus derivados e ovos representam o grupo da proteína colaborando para aumentar a saciedade da refeição e com a saúde dos ossos.

Para entender tudo isso na prática, a nutricionista fornece algumas dicas de cardápio para um bom desjejum: 

– 5 biscoitos água e sal + 1 unidade de iogurte natural + 1 fatia de melão

– 2 fatias de pão integral + 1 fatia de queijo + 1 xícara de café + 3 ameixas (indicados pelo Guia Alimentar da População Brasileira)

– 3 pães tipo “bisnaguinha” + 2 colheres de sopa de requeijão light + 1 mamão papaia + 1 colher de sopa de aveia + 1 colher de sopa de linhaça

– 3 torradas multigrãos + 2 colheres de sopa de creme de ricota + 1 copo de suco “detox” (exemplo: 1 fatia abacaxi, 1 folha de couve e  200 ml de água de coco) 

Fracionar as refeições ao longo do dia, sem pular do café da manhã, contribui para manter o metabolismo energético adequado. Em outras palavras é o que ajuda a equilibrar melhor o que consumimos e gastamos. A mudança de alguns costumes é o ponto de partida para quem deseja ganharsaúde, bem-estar e alguns anos de vida a mais por meio da alimentação.

Deixe um comentário

*